Diretor da Custódia presenciou acidente que vitimou agente e conta detalhes

A viatura em que estava o diretor da Casa de Custódia e mais três agentes seguia em comboio para Brasília onde buscariam equipamentos de segurança.

0
317

A viatura em que estava o diretor da Casa de Custódia e mais três agentes seguia em comboio para Brasília onde buscariam equipamentos de segurança.

 

O diretor da Casa de Custódia, tenente Jean Carlo Bezerra, presenciou o acidente com a viatura da Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) que acabou deixando um agente penitenciário morto e outro ferido. O caso ocorreu por volta de 9h40, da manhã desta quarta-feira (09), na BR-135, conhecida como rodovia da morte. Somente neste ano foram registrados mais de 40 acidentes na via.

“Nossa viatura estava a menos de 50 metros de distância e vimos tudo. O Emílio tentou desviar de uma carreta e acabou indo para o acostamento, quando tentou voltar capotou e foi parar do outro lado da rodovia. Foi muito rápido. Acredito que a viatura capotou três ou quatro vezes. Todos estamos muito abalados”, lamentou o diretor da Custódia que ajudou no socorro.

A viatura em que estava o diretor da Casa de Custódia e mais três agentes seguia em comboio para Brasília onde buscariam equipamentos de segurança.

José Arimatéia Barbosa Leite chegou a ser socorrido com vida e morreu após resgate do Samu. Emílio Cunha foi encaminhado ao hospital de Alvorada do Gurgueia e está em deslocamento para Bom Jesus. Da cidade será providenciada a transferência para Teresina.

O capitão da Polícia Militar Ricardo Pinheiro, estava de folga, mas ajudou no resgate. Ele conta que o sobrevivente estava lúcido, mas muito abalado.

“Ele já sabe que o amigo morreu e está psicologicamente muito abalado”, disse o militar.

As reais causas do acidente ainda serão apuradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte: Cidade Verde

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here